Segunda-feira, 1 de Setembro de 2008

Eurogamer deixa impressões sobre HOTD: Overkill e Alpha Protocol(Parte 2)

Black Magic! Violence! Estas são as palavras mais marcantes deste trailer inaugural do novo capítulo de House of the Dead, um franchise clássico que nasceu nos salões de arcada e na Sega Saturn.

Nesta segunda parte, a Eurogamer revela tudo o que há neste novo capítulo de HOTD para a Wii.

 

A reinvenção do House of the Dead neste título:

 

O anúncio foi para o novo The House of Dead, série sinónimo de pistoleiros com assento nas arcadas e moedas nos bolsos a tilintar, prevendo um extermínio de zombies em formato terror desta vez numa reinvenção ao jeito cinematográfico série B dos anos setenta e oitenta, exclusivamente para a Nintendo Wii, em síntese; Overkill. E com a revelação de um fresquinho The House of the Death na folha de apontamentos, foi com aguçado interesse que nos encaminhámos para a apresentação de mais um jogo interno da Sega.

 

A abordagem grindhouse neste novo título:


Pois bem, as largas tiradas de acção non-stop repetem-se, mas desta vez há um pavor gráfico que enxerta uma evidente ligação aos filmes de terror série B dos anos setenta e oitenta. Um certo sentido old-school que parece funcionar muito bem e refrescar a série que vinha padecendo de alguns problemas nos últimos episódios.

Os novos efeitos visuais sentem-se desde logo pelo efeito fita de cinema gasta, algo tremida a exibir, com pontos escuros no ecrã que aparecem amiúde. As cores têm pouco contraste, são baças e esbatidas, com réstias de amerelo e tonalidades esverdeadas nos remates. Mesmo a gravação da voz, algo artesanal, sublinhada por trilhas sonoras da época, confere esse segmento dos thrillers à moda dos oitentas.

A dimensão cinematográfica que começa por extrapolar no aspecto visual, transfere-se depois para a narrativa, mais adulta e fora dos terrores fantasmagóricos de mansões seladas com criaturas hediondas a vaguear.

 

Um bocado da história:

 

Dois heróis vão investigar o que se passa depois de uma emboscada à polícia numa pequena cidade da Louisiana. Eles são o inspector G e o inspector Washington, dois colegas da Academia.

 

Finalmente algumas novidades na jogabilidade:


Há que adaptar perante a situação. E sempre poderão movimentar a câmara para vistas laterais, a chamada Wii View, que permite ver o que se passa dos lados, fora do ecrã. É útil para descobrir inimigos que possam atacar daquele ponto, assegurou-nos Bradley Crooks. No ecrã haverá sempre um sistema de pontuação que estará ligado ao apetrechamento das nossas armas, mais potentes cada vez que é atingido um bom score e uma série de combos.

Tal como acontecia no RE4 quando um zombie nos agarrava, aqui será preciso agitar o comando quando nos fizerem o mesmo. Outra funcionalidade de Overkill é a possibilidade de efectuar slow-motion. O tempo de acção abranda e ficamos com a possibilidade de disparar mais vezes para os zombies, isto depois de serem atingidos pontos específicos no cenário.


O Evil Eye, é outra das particularidades deste jogo e, tal como o nome sugere, serve para pegar fogo na área circundante, reduzindo assim a cinzas todos os pedaços de carne contaminada que ainda se mexam. A qualquer altura poderemos também ser auxiliados por um nosso colega que queira aventurar-se neste périplo pelo extermínio da seita zombie.

publicado por DC_Comics_fan às 11:00
link | comentar | favorito

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.arquivos

.posts recentes

. Sonic Colors - Anúncio de...

. Sonic Colors - Trailer de...

. Chu Chu Rocket iPhone Tra...

. Sonic Free Riders - Full ...

. Vanquish - TV Spot Japonê...

. Crazy Taxi - XBLA/PSN(HD)

. Bayonetta - Dance Sequenc...

. Sonic Free Riders - Intro...

. Vanquish - Trailer de Lan...

. Sonic The Hedgehog 4: Epi...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds